isntser caneta

Afinal, qual é o mínimo que as pessoas precisam saber para serem aprovadas em vestibulares e concursos públicos?

 

Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito. Aristóteles

 

Passar em um vestibular ou em um concurso público é a principal meta de curto prazo para milhões de brasileiros que almejam progredir em suas vidas em nível educacional, cultural, psicológico, social e econômico. Mas as dificuldades encontradas por vestibulandos e “concurseiros” são as mais variadas possíveis e vão desde a de estabelecer metas realistas com relação ao seu desempenho, passando por estabelecer métodos eficazes para o seu estudo, além da dificuldade encontrada para a realização de provas, de modo geral.

Não bastasse isso, tanto o vestibular quanto o concurso público são situações de concorrência direta entre centenas de candidatos por um número limitado de vagas, o que possibilita a emergência de muitos conflitos psicológicos decorrentes dessa situação de pressão e competição. Em face disso, como é possível para um candidato alcançar a sua vaga almejada, de uma maneira que contemple tanto uma vida saudável quanto um desempenho satisfatório com relação aos vestibulares e concursos públicos?

De modo geral podemos dizer que o primeiro passo necessário para se alcançar uma vaga almejada será refletir e estabelecer uma meta de vida e em seguida estabelecer uma meta de desempenho necessária para alcançar essa vaga.

A meta de vida tem a ver com o local onde você pretende viver, residir, se pensa em morar sozinho/a ou então com que tipo de pessoa você deseja dividir a vida pessoal e/ou doméstica, o que pretende fazer no dia a dia, como você pretende “curtir” as suas férias, se você pretende casar e ter filhos, e também o quanto precisará receber em termos de remuneração para proporcionar o mínimo de conforto – não confundir conforto com luxo – para você e sua família.

Além do estabelecimento de algumas metas de vida, que possivelmente serão modificadas e adaptadas conforme o tempo passar, é necessário definir como você fará para chegar lá. Se o seu interesse é passar no vestibular, pesquise qual foi a nota de corte dos últimos cinco anos no curso que você tem interesse, na universidade que você pretende estudar, pois essa nota foi a mínima para um candidato ser aprovado sem depender da desistência da vaga de outros candidatos também aprovados. Se o seu interesse é passar em um concurso público, procure descobrir qual foi o desempenho dos candidatos aprovados para cargos similares ao que você almeja, pela banca que vai formular a prova do concurso público que você fará, tendo em mente que esse desempenho avaliado será apenas uma referência inicial com relação ao necessário para que de fato você seja aprovado em um concurso público.

Após estabelecer as suas metas de vida e de desempenho, o próximo passo é estabelecer uma estratégia de estudos tão realista quanto disciplinada, que contemple um período de treinamento para a realização de provas similares às que você deseja passar.

Com relação ao estabelecimento de estratégias de estudo, a palavra-chave num primeiro momento é organização. Tenha em mente que para se preparar para uma prova, dependendo da relação candidato/vaga e do nível de exigência da mesma, será necessário conhecer, mesmo que brevemente, todo o conteúdo que poderá ser cobrado para ter um bom desempenho. Por isso torna-se indispensável estudar todo o conteúdo que for indicado no edital do vestibular ou do concurso público, pois isso aumenta as suas chances de pontuar em questões que os concorrentes menos preparados dificilmente pontuarão. Nesse sentido, estabelecer um plano de estudos rigoroso, voltado para a prova que você deseja passar, é fundamental para alcançar de maneira mais rápida a aprovação que você tanto almeja.

Além de estudar o conteúdo que poderá ser exigido na realização da prova é necessário também treinar a melhor forma de apresentar esse conhecimento aos examinadores. Numa prova que avalia de maneira objetiva os candidatos, como são as de itens somatório ou de múltipla escolha, é necessário que o candidato fique atento à sua forma de realizar a prova, percebendo, por exemplo, qual é a ordem de matérias que facilitam e fazem crescer o seu desempenho de modo geral. Outro ponto relevante que o candidato deve ficar atento é passar a perceber quais são os momentos em que costuma haver maior ou menor atenção para realizar a prova, assim como também é necessário perceber como é a sua maneira de administrar o tempo limite para a sua realização.

Além de aspectos relacionados às metas e estratégias do candidato, existem mais algumas observações que podem facilitar enormemente a aprovação do estudante em um exame desse tipo. A primeira delas está relacionada à saúde do candidato, tanto em seus aspectos fisiológicos quanto em seus aspectos psicológicos, pois ambos influenciam diretamente na sua rotina de estudos, no seu processo de aprendizagem e na realização das provas para as quais ele está se preparando. A segunda observação é com relação ao desempenho geral do candidato: é indispensável que ele se autoavalie constantemente, tanto para entender o que falta para que ele melhore sua aprendizagem como, também, para compreender o que o está levando a errar no momento de realizar as provas.

Outro fator pouco comentado é a importância que a troca de experiências poderá proporcionar com relação à aprovação do candidato. Conversar com pessoas que já passaram pela mesma situação, ou que conhecem pessoas que estão ou que estiveram na mesma situação, poderá favorecê-lo candidato em sua autoavaliação sobre os caminhos escolhidos.

Em suma, podemos dizer que a aprovação do candidato em vestibulares e concursos públicos estará relacionada com a sua competência para atingir a meta almejada, e o cuidado com a saúde e o desenvolvimento integral do ser humano o favorecerão enormemente para que ele alcance mais rapidamente o seu resultado esperado. No final das contas, o mínimo necessário para ser aprovado em vestibulares e concursos públicos é que o candidato esteja apto para ter sucesso nesses exames, e essa aptidão não é herdada geneticamente pelo candidato: ele é totalmente responsável por desenvolver essa aptidão constantemente, até alcançar a sua meta almejada, a sua meta sonhada, para enfim torná-la realidade por seu próprio mérito pessoal, embora ao longo de sua trajetória certamente ele deverá receber o auxílio de muitas outras pessoas que o ajudarão a percorrer mais facilmente a sua trajetória de sucesso.

 

Gabriel Lopes Rosa Feigel é graduado em Psicologia pela UFSC, possui formação em Orientação Profissional pelo INSTITUTO DO SER – Orientação Profissional e de Carreira, de Florianópolis, e especialização em Psicologia Clínica pela UNIARA – Centro Universitário de Araraquara – SP. Desde 2013 atua como psicólogo escolar no Sistema de Ensino Energia, em Florianópolis, onde trabalha com jovens-adolescentes em busca de aprovação no vestibular. E atende jovens e adultos em Orientação para a primeira profissional e planejamento de carreira no INSTITUTO DO SER – Orientação Profisional e de Carreira.

2 Comments

  1. Dulce 24 de julho de 2015 at 17:52

    Ola gabriel, gostei muito do seu post… Mas e se der o branco na hora da prova, o que eu faço.?

  2. Gabriel Feigel 31 de julho de 2015 at 14:11

    Olá Dulce. Obrigado pelo comentário. Com relação ao branco na hora da prova, é importante identificar que tipo de “branco” é esse. Se for um esquecimento de um conteúdo específico, pode ser interessante pular a questão e procurar resolver outras no lugar dessa para somente depois tentar fazer novamente essa questão que deu “branco”. Mas não é incomum que esse “branco” apareça em outros momentos da prova e nesse caso seria interessante entender em que momento da prova esse “branco” aparece, se ele é muito frequente, se ocorre em uma ou mais matérias, dentre outras informações e características que se soubéssemos mais sobre ele facilitaria para encontrarmos uma solução para que esse “branco” seja evitado ou não aconteça. Se tiver mais dúvidas ou se quiser marcar um horário para falarmos sobre como otimizar suas estratégias de estudo ou de realização de provas fique a vontade para agendar um horário no Instituto do Ser. Espero ter ajudado. Att,

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

setembro 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Page generated in 0,650 seconds. Stats plugin by www.blog.ca